Prova de Professor de Ensino Religioso

Prefeitura de São Miguel do Tapuio/PI - 2010
IMA

Baixe provas e gabaritos 2

Veja também

Na íntegra

   INSTITUTO MACHADO DE ASSIS
   Seriedade, compromisso e competência



 PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO TAPUIO

                         GABARITO OFICIAL

            CARGO: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

01 A 11 E 21 E 31 D 02 B 12 E 22 A 32 D 03 C 13 E 23 D 33 D 04 B 14 C 24 B 34 B 05 D 15 A 25 A 35 E 06 E 16 B 26 B 36 C 07 A 17 D 27 D 37 E 08 B 18 C 28 E 38 E 09 C 19 A 29 A 39 A 10 D 20 B 30 A 40 A

 PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO TAPUIO

                         GABARITO OFICIAL

              CARGO: PROFESSOR (1º AO 5º ANO)

01 C 11 A 21 D 31 E 02 A 12 D 22 B 32 D 03 E 13 A 23 A 33 A 04 A 14 D 24 B 34 C 05 A 15 B 25 B 35 NULA 06 C 16 D 26 C 36 A 07 A 17 C 27 D 37 E 08 D 18 B 28 NULA 38 C 09 A 19 A 29 E 39 NULA 10 A 20 A 30 D 40 NULA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MIGUEL DO TAPUIO CARGO: PROFESSOR DE ENSINO RELIGIOSO

Língua Portuguesa (10 questões) 03- A metáfora do fogo é um lugar – comum da lírica amorosa. Marque a opção em que há um Leia este soneto de Gregório de Matos e responda as conhecido verso e seu autor, que utiliza essa mesma metáfora. questões de 1 a 5 a) “Que não seja imortal, posto que é chama” Soneto – Vinicius de Moraes; b) “Este inferno de amar – como eu amo!” – Ó tu do meu amor fiel traslado Almeida Garrett; Mariposa entre as chamas consumida, c) “Eu durmo e vivo ao sol como um cigano” Pois se à força do ardor perdes a vida, – Álvares de Azevedo; d) “Amo o teu viço agreste e o teu aroma” – A violência do fogo me há prostrado. Olavo Bilac; e) “Amor é fogo que arde sem se ver” – Tu de amante o teu fim hás encontrado, Camões. Essa flama girando apetecida; __ Eu girando uma penha endurecida, 04- A metáfora da pedra, ou da penha, como no No fogo, que exalou, morro abrasado. texto, também é um lugar – comum utilizado na linguagem cotidiana: “coração de pedra”. Ambos de firmes anelando chamas, Porque o sujeito lírico diz que morre “girando Tu a vida deixas, eu a morte imploro uma penha endurecida”? Nas constâncias iguais, iguais nas chamas. a) Porque a mulher amada não corresponde ao seu amor Mas ai! Que a diferença entre nós choro, b) Porque a mulher amada lhe corresponde o seu amor Pois acabando tu ao fogo, que amas, c) Porque a situação do amante é de extrema Eu morro, sem chegar, sem chegar à luz, que adoro. felicidade Gregório de Matos. Obras completas, Salvador, Janaína, 1968. d) Porque a mulher amada é o símbolo da felicidade __ e) Porque o amante consegue realizar seu amor 01- O poema desenvolve uma imagem – ou o “fiel __ traslado” – do amor: a mariposa girando em 05- Até a terceira estrofe, o poema desenvolve a torno da chama de uma lâmpada ou de uma imagem detalhando as semelhanças entre o seu vela. O que a mariposa representa nessa amor e a atração que a chama exerce sobre a imagem? mariposa. Porque, então, apesar de todas as semelhanças, a situação do amante é pior do a) Representa a mulher amada que a da mariposa, segundo se depreende da b) Representa o amor externado última estrofe? c) Representa o amante, o sujeito lírico d) Representa a situação dos apaixonados a) Porque a mariposa morre, mas atinge o e) Representa o fogo da paixão fogo que a atrai, enquanto ele morre __ inutilmente, sem nunca atingir a luz isto é, sem conquistar a mulher amada. 02- Com relação ao enunciando da questão anterior b) Porque a mariposa morre, e nunca atinge o o que representa a chama? fogo que a atrai, enquanto que ele morre somente depois de atingir a luz, isto é a a) Representa a mulher amada, aquela que atrai conquista da mulher amada. o sujeito lírico c) Porque a mariposa morre assim como ele b) Representa o amante, atraído pela chama isto é ambos não consegue conquistar o c) Representa o amante e a mulher amada objeto desejado d) Representa o fogo atraído pela mulher e pelo d) Porque ele morre sem conquistar a amante mariposa que representa a mulher amada e) Representa a violência do amor dado ao isto é, representa o sujeito lírico amante e) Porque a mariposa vive mesmo depois de atingir o fogo, enquanto ele morre somente depois de conquista a mulher amada. 01